sábado, 6 de janeiro de 2018

Uma história triste de contar.

Dorme agora...
O sono inocente de mais um menino que virou estrelinha.
Estrelinha nas colunas policiais de uma sociedade podre que comemora a virada de ano brincando de dar tiros e derrubar vidas.
E olha que vivemos num país onde o porte de armas à população civil é proibido, imaginem se esse holocausto for legalizado!
E parece que não adianta perguntar, até quando?Onde está a legislação desse país? Por que as pessoas brincam de dar tiros, sabendo que podem ferir e tirar a vida dos outros?
Eles não se importam com perguntinhas de indignação, parece até que gostam de causar.
O que nos resta então?
Continuar se indignando e se não puder fazer mais nada além disso, apenas fortaleça os ânimos de quem não tem outra opção a não ser ir a luta, porque dessa vez não foi com qualquer um, foi um dos seus.
Quem sabe se essas lágrimas um dia não será nossas?
Que o bom Deus não nos permita.
Não nos permita essas lágrimas tão dolorosas e não nos permita a aceitação de que a vida é assim mesmo. Não aceitemos o fato de que, quem pode mais chora menos.
Quem é da luz não pode aceitar a escuridão das trevas, tem que no mínimo fazer brilhar um foco na escuridão.
Se a minha indignação é pequena diante das trevas, não tem problema, que sirva apenas para refletir, já valeu a pena.
Mas não dá para falar tanta asneiras no dia a dia e calar-se diante de tamanha dor . Não dá para engolir uma comida quente e se comportar com naturalidade. Arde por dentro, fadiga o corpo e adoece a alma.
********************************************************************************
 Arthur Aparecido Silva...5 anos.
Morreu na madrugada do dia 1º de 2018.
Depois de ser atingido por uma bala perdida na cabeça,
enquanto brincava com sua prima no quintal de sua casa em São Paulo.
Arthur Aparecido Bencid Silva, 5, morreu na madrugada do dia 1º depois de ser atingido por uma bala perdida na cabeça, enquanto brincava com uma prima, no quintal da casa em que morava, no Jardim Taboão, na região do Campo Limpo, ... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2018/01/02/menino-de-5-anos-morre-apos-ser-atingido-por-bala-perdida-no-quintal-de-casa-em-sp-durante-o-reveillon.htm?cmpid=copiaecola
Arthur Aparecido Bencid Silva, 5, morreu na madrugada do dia 1º depois de ser atingido por uma bala perdida na cabeça, enquanto brincava com uma prima, no quintal da casa em que morava, no Jardim Taboão, na região do Campo Limpo, ... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2018/01/02/menino-de-5-anos-morre-apos-ser-atingido-por-bala-perdida-no-quintal-de-casa-em-sp-durante-o-reveillon.htm?cmpid=copiaecola
Arthur Aparecido Bencid Silva, 5, morreu na madrugada do dia 1º depois de ser atingido por uma bala perdida na cabeça, enquanto brincava com uma prima, no quintal da casa em que morava, no Jardim Taboão, na região do Campo Limpo, ... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2018/01/02/menino-de-5-anos-morre-apos-ser-atingido-por-bala-perdida-no-quintal-de-casa-em-sp-durante-o-reveillon.htm?cmpid=copiaecola
Arthur Aparecido Bencid Silva, 5, morreu na madrugada do dia 1º depois de ser atingido por uma bala perdida na cabeça, enquanto brincava com uma prima, no quintal da casa em que morava, no Jardim Taboão, na região do Campo Limpo, ... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2018/01/02/menino-de-5-anos-morre-apos-ser-atingido-por-bala-perdida-no-quintal-de-casa-em-sp-durante-o-reveillon.htm?cmpid=copiaecola
                         Cida.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário