quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Teu, eu.

É meu, um pouco do que levo, outro tanto é todo seu.
Fui me apropriando daquilo que me fazia bem em ti,
Assim, você me fez mais eu e nem ao menos percebeu o que sempre foi seu.



Nenhum comentário:

Postar um comentário