terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Dissabor

E o novo começou deixando um sabor amargo,
um dissabor que espera-se seja arquivado tão logo.
Que se possa ver a luz no horizonte esta venha com um brilho duradouro.
Seja este infinitamente presente nos universos que esperam por ti.
Vira-se esta face e siga rumo ao caminho que ainda se abre,
na certeza de que nunca caminharás sozinho.

                          Cida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário