terça-feira, 7 de janeiro de 2014

VIVER OU MORRER?

Uma história de amor nem sempre encontra um campo propício para se estabelecer,
Nem sempre começa ou termina num lindo encontro feliz.
Mesmo assim, acontece.
Não importa as adversidades entre duas pessoas,
Quando o olhar e coração se encontram
Não há água que apague as chamas quentes desse sentimento inevitável.
Assim são os acontecimentos da vida, algo que parece já ter sido previamente planejado,
quando nem os protagonistas estavam a par da situação, ou  seja, nessa história só se sabia que existiriam duas pessoas que um dia se encontrariam e se amariam...O Como? Quando? Onde? Por que? Ninguém sabia.
Assim é, 
As pessoas pensam que se preparam para a vida, mas é ela que nos prepara para viver de acordo com a sua natureza, impõe-se e você mesmo assim tem duas opções a escolher, VIVER ou MORRER, desejando ser alguém importante, ter alguém que se importe, ter quem possa dividir e somar cada atitude. O certo é que se escolher VIVER, jamais estará sozinho pelo caminho da vida e este será muito significativo, pois não são as coisas que vemos, sentimos ou fazemos que tem graça, mas sim como e com quem estamos agindo que a coisa cria uma dimensão enorme de significados que podem durar segundos, minutos ou uma vida inteira.
      < Cida>

Nenhum comentário:

Postar um comentário