sábado, 3 de agosto de 2013

O Pequeno Príncipe e as Estrelas.


“ – As pessoas veem estrelas de maneiras diferentes. Para aquelas que viajam, as estrelas são guias. Para outros, elas não passam de pequenas luzes. Para os sábios, elas são problemas. Para o empresário, eram ouro. Mas todas essas estrelas se calam. Tu, porém, terás estrelas como ninguém nunca as teve...”
O Pequeno Príncipe

Empresariar é mesmo algo muito sério.
Uma atividade da qual é para muitas pessoas,
uma questão de vivência absoluta.
Cuidar da administração das estrelas é algo
realmente fascinante.
Poder direcionar  a posição ideal para cada uma delas,
Polí-las, para que brilhem com maior intensidade.
Contá-las e catalogá-las,repeitando as características de cada uma.
E quando a grande empresária desejar sonhar,
Basta pedir licença ao Sol, que se afaste um pouco com o brilho  e deixe vir para  si o brilho das estrelas.
Diante de cada uma delas é inevitável o sabor de contentamento e admiração.
É aí que se encontra a sensatez de desejar e sonhar...
Somente quem encontra  o poder de possuí-las, organizar e direciona-las quando assim o desejar,
Sabe o quanto é precioso esse tesouro,
E o vislumbrar em face do poder de ter e não ter, poder e perder.
Acima de tudo o contentamento de simplesmente possuí-las em cada momento.
                          cida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário