terça-feira, 6 de novembro de 2012

Jú e Pazó..

Jú e Pazó...

E quem irá dizer que existe razão para as coisas do coração?
Uma razão desconhecida que de repente move dois olhares, dois sorrisos e explode dois sentimentos, paixão, amor...Sim amor.
Jamais em meus sonhos mais remotos pensei em compartilhar essa história entre dois amigos que eu pensava ter ficado no passado e só me restava as vagas lembranças vividas....Quando  ela, apaixonada em plenos anos de1986, vive seu grande e eterno amor. Como toda menina mulher, vibra com cada encontro com seu amado,seus olhos não negam o fascínio que sente com a presença dele, todo o seu ser só tem sentido se junto estiver a presença dessa pessoa que passou a ser parte do seu mundo.
Em todo momento a alegria dela era um marco visivelmente percebido pelas pessoas, que mesmo sendo uma adolescente já era determinada e muito destemida quando se tratava de fazer escolhas que lhe fizessem feliz. E ser feliz era o que a Jussy e o Pazó eram naquela época, pois tinham um ao outro e na intensidade real de seus sentimentos. A minha querida amiga Jussy,que pude acompanhar mais de perto nessa linda história que foi escrita por Deus e acompanhada pelos homens, digo com toda certeza que Pazó foi e será para sempre o seu grande amor e mesmo com as rasteiras da vida, um não viveria sem o outro. Foram muitos os desencontros entre os dois, lágrimas cairam em muitos momentos, decepções cercaram a vida de ambos, uma delas foi muito forte e quase pós fim em tudo, porém o que Ele decide lá do alto, jamais é permitido que se mude. Os casal apaixonado teve que se  separar por alguns longos anos, encontraram novos "amores" na vida, constituíram família, e seguiram a vida conforme seu curso.Mas a fidelidade de sentimento de Jussy é persistente e não desiste nunca, mesmo estando de longe, cuidando dos filhos, da profissão e de tudo que cerca sua nova realidade de vida, ela jamais esqueceu o seu primeiro e único amor, porém nunca pensou aquilo aquela história novamente, afinal quem é que nunca viveu um grande amor que marcou toda uma trajetória de vida? E mesmo sendo amor, a vida e os fatos se encarregaram de por fim em tudo? 
Muitos anos se passaram e como os pássaros em dias de tempestades, o sentimento que os uniam  se acomodou, calou-se como uma criança na escuridão...
Foi assim, entre muitos momentos de vitórias e derrotas vivenciadas por cada um no cumprimento de sua caminhada que as circunstâncias do destino os colocam novamente frente à frente. Quanta coisa a vida se encarregou de mudar! Quantos desafios ainda hão de enfrentar? Se tudo isso vai prosperar é uma pergunta que ainda necessita de muitas interrogativas, muitas exclamações, vírgulas, mas espero que o ponto final seja constituído de um ...E FORAM FELIZES PARA SEMPRE. Que ainda vivam intensamente tudo o que tiverem que viver juntos, que não se preocupem muito com o amanhã, mas vivam intensamente o hoje...
                                                         
                                                                                               Cida,

Nenhum comentário:

Postar um comentário